Cave Canes

segunda-feira, janeiro 23, 2012

Óculos Ray-ban chegou destruído, da Tudo É Importado

Este é o estado do óculos comprado em 18/12/2011 na Tudo É Importado, atrás do Rei do Desconto. Chegou só hoje, 23/1/2012. Me custou R$ 149,90 (preço original era R$ 365,99, 59% de desconto).

Enviei um e-mail para eles, com link para cá, pedindo uma solução:

Boa noite,

O óculos que comprei no dia 18/12/2011 chegou hoje por Sedex, e tive uma péssima surpresa ao abri-lo. Encontra-se em condição deplorável, com sua caixa de papelão toda amassada e com a lente do olho direito totalmente quebrada.

Neste link coloco as fotos e um vídeo mostrando melhor a situação: http://goo.gl/YTaab

Gostaria de solicitar, desta forma, a substituição do mesmo, uma vez que o produto que comprei não foi um óculos quebrado.

Grato antecipadamente,

Victor Braga


Imagens e vídeo:





Vamos aguardar, acredito na boa fé da empresa.

Marcadores: , , , ,

domingo, outubro 03, 2010

Claro e a "Navegação Redes Sociais"

A Claro me cobrou neste mês "Navegação Redes Sociais", a R$ 4,00/MB. Tenho pacote de dados, a R$ 0,50/MB excedente. Obviamente, liguei reclamando. Tenho o plano Sob Medida há mais de 4 meses, sempre acessei redes sociais e isto nunca foi cobrado.

O primeiro atendente, nervoso e gaguejando, tentou justificar que ocorre troca de mensagens entre o celular e a Claro quando estou em redes sociais (Orkut, Facebook, Twitter etc.). Discordei, argumentando que era apenas uma navegação de dados comum e não ocorria nenhuma troca de mensagens que não fossem dados, pois é usado o navegador, como é feito com todas as páginas web. Eu disse que ele estava tentando me enrolar e que eu estava ciente do que deveria pagar.

Ele tentou dizer que era como no caso do BlackBerry, e eu imediatamente o cortei dizendo que conheço como funciona o pacote BlackBerry, no qual se paga R$75,00 fixamente por dados ilimitados, e toda a conexão é desviada pelo proxy deles. Eu disse que este não é o caso, pois é uma navegação de internet comum, na qual não deveria haver proxy. Nessa hora, foi necessário partir pra uma analogia.

Perguntei se ele tinha Orkut. Respondeu-me que sim. Perguntei se acessava do seu computador, em casa. Confirmou. Perguntei se ele pagava alguma coisa a mais pra acessar o Orkut, além do pacote de internet que tiver, seja Velox, Virtua ou qualquer outro. Ficou confuso. Falei que, não importa o que ele acessar no computador, vai ser a mesma internet. Pediu 2 minutos. Demorou quase 10, pedindo sempre “mais 2 minutinhos”.

Voltou dizendo que esta cobrança é normal e faz parte do plano. Respondi que não toleraria pagar a mais por um serviço que já tenho, exigindo que isso fosse removido. Ele disse que falaria com o supervisor. Mais 5 minutos aqui.

Retornou da pausa dizendo que verificou com o supervisor e que... <<tuuuuu>> Caiu a ligação. Não sei o motivo, mas sempre que me ligam oferecendo serviços, a ligação é de qualidade, e quando ligo reclamando, ela cai sempre. [/ironia]

Liguei novamente, e desta vez uma mulher me atendeu. Expliquei tudo de novo, e disse que se não fosse resolvido, iria direto à Anatel, pois não é correto cobrar uma tarifa extra não contratada (nunca me ligaram informando que existia esta tarifa de redes sociais, e também se ligassem, contestaria) por um serviço que deveria estar incluído no plano que contratei. “Aguarde um instante, por favor”. Sure.

Neste momento, tive vontade de perguntar se teria uma tarifa adicional caso acessasse imagens e outra se baixasse aplicativos. Guardei o sarcasmo pra mim, pois a atendente disse, calmamente, que havia feito a correção e que já estaria disponível no site. Verifiquei, e o lançamento ainda estava lá. Ela pediu meu e-mail e me enviou um novo boleto, com o valor da “navegação redes sociais” removido. Perguntei se seria cobrado esta tarifa novamente, e ela me disse que não, só dados.

A atendente (a Claro, não) mereceu elogios pela prontidão e por não tentar me enrolar. E o fiz, com a “central de elogios” (não consegui entender o nome da área). É importante separar os maus atendentes dos bons atendentes. Me disseram: “A Claro deseja que o senhor seja sempre atendido por bons atendentes.” Péssima frase. Sei que, com a Claro, é impossível não se gastar uma hora a cada dois meses resolvendo problemas, mas gostaria de não precisar ser atendido. Quanto menos eu precisar falar com ela, melhor, é sinal de que estou tendo um serviço de qualidade. Mas esperar que a Claro (ou a maioria das empresas) entenda isso é utopia.

Se alguém tiver o mesmo problema e quiser usar como referência, meu protocolo de atendimento foi o 2010191923324.

Marcadores: ,

quarta-feira, maio 12, 2010

Pandora

Why do you look so sad?
You seem a little confused.
It was all meant to be,
You cannot be accused.

Your heart is pure,
But your mind seems blown.
In order to find balance
You had to lift this stone.

Come, my child, take this pome
And you shall see the truth.
All that happened was required
For the veil to be removed.

Those who treat you bad
Will face my eternal wrath,
And those who run from you
Will never find their paths.

Hope is still alive, my dear,
And this is all that matters.
Let it follow its way.
And everywhere it scatters.

Let your spirit rise, Pandora,
See how far they fly.
Don't look down, little one,
For the sky is in your eyes.

(Written by Victor Braga in 2010. Freed from metric.)

Marcadores: , ,

segunda-feira, abril 26, 2010

Ensaio sobre a Insônia

Passar a noite em claro, em uma festa com os amigos: muito bom; passar a noite em claro, jogando, até os olhos lacrimejarem: muito bom; passar a noite em claro tentando dormir, lutando sem sucesso contra pensamentos e ansiedades que o dominam para, ao raiar do dia, finalmente o sono chegar, quando já não é mais bem-vindo: frustrante.

Uma parte do seu cérebro que descansar e a outra, agir, pensar. Por que elas não param de brigar e chegam a um consenso: metade do tempo de sono e a outra em atividade, e não ao mesmo tempo?

E por que as pessoas não se calam na rua? Você consegue ouvir o tique do relógio do outro lado da casa. Sente calor, sente frio, sente calor...

E, após aceitar que o direito ao sono lhe foi tomado, sente-se invencível, independente da necessidade de descanso. Capaz de fazer isso por dias? Após o café, certamente! Até a cafeína ser expelida do corpo e causar uma sensação de lixo insuportável. E após várias doses do líquido negro viciante, sentir que nada mais o manterá acordado. Um morto-vivo.

E lutar para carregar as horas de trabalho que faltam, que não serão tão produtivas, até o fim do dia. Como o tempo demora a passar quando se quer que ele passe rápido!

Mas, quando chegar em casa, a cama será sua por dez, doze horas. É tudo no que você pensa agora. E se arrasta na volta pra casa, como um barril de pólvora, um poço de irritação. Vê fadas e luzes ao redor, ouve vozes: seu cérebro te confunde. Embriaguez sem uma gota de álcool.

Em casa, finalmente. É doloroso ler, cansativo comer. Um banho e se deitar, afinal, vai ser tão fácil descansar hoje! E você precisa descansar. Você precisa dormir. E já passou duas horas se convencendo disso. Mas agora o sono se cansou de sua companhia e foi embora. E você não acredita no que está acontecendo.

E o que eu ainda estou fazendo acordado?

Marcadores: ,

segunda-feira, janeiro 04, 2010

Inferno sobre trilhos

Mais uma vez, problemas na Linha 2 do Metrô Rio por causa de superlotação e falta de ventilação. Na Estação Maracanã, passageiros discutem com o agente em vão para tentar uma solução (vídeo).

Embora o Metrô Rio se gabe de ter reduzido em 13 minutos o tempo da Pavuna até o Centro, os passageiros que trabalham no Estácio/Cidade Nova e moram nas estações da Linha 2 gastam pelo menos 20 minutos a mais para dar a volta até a Central e chegar em São Cristóvão.

Fui obrigado a descer no Maracanã hoje pela ventilação inadequada dentro do trem. A composição seguinte estava em situação pior, completamente sem ventilação, gerando a discussão e a interrupção do tráfego por cerca de cinco minutos. Um forte ar quente emanava de dentro dos vagões (vídeo).

Esperando pelas próximas composições, felizmente melhor refrigeradas, era impossível entrar. Fotografei as 3 seguintes composições, mostrando a muralha de pessoas. E estamos em uma época onde muita gente está de férias. Cerca de uma hora depois, conseguir forçar a entrada em um vagão. Muita gente que estava na plataforma antes de eu chegar, continuou esperando.

As composições já saem lotadas da Central, depois de virem da Zona Sul e do Centro. Ao passarem nas demais Estações da Linha 2, dificilmente alguém consegue entrar, a não ser quando alguém sai. A já anunciada Estação Cidade Nova não vai melhorar significativamente a vida dos passageiros, a não ser pela devolução do tempo tomado de quem trabalha nesta área. Aguardaremos muito tempo até que consigamos entrar em um vagão nos horários de rush, da mesma forma que todos os passageiros das demais estações da Linha 2.

Ironicamente e repetidamente, o Metrô Rio ainda fala sobre "caminhos para uma vida melhor". Todos com quem falo estão insatisfeitos com o Metrô.

PhotobucketPhotobucketPhotobucket

Marcadores: ,

quinta-feira, setembro 07, 2006

Cogito, ergo sum

"Penso, logo existo". Posso demonstrar que a volta não é válida com vários contra-exemplos. Às vezes eu mesmo faço coisas que me tornam um contra exemplo. Que seja então.

Estou há alguns... meses... pra criar um blog. Nada obrigatório. Nada que me sugue a vida. Só quero poder expressar meus "random thoughts" livremente. Escrever besteiras e aleatoriedades, dar um resumo de coisas interessantes, etc.

O sono tá batendo então, por hoje, chega. Depois começo a escrever coisas que prestem de verdade. Ou não.