Cave Canes

segunda-feira, janeiro 04, 2010

Inferno sobre trilhos

Mais uma vez, problemas na Linha 2 do Metrô Rio por causa de superlotação e falta de ventilação. Na Estação Maracanã, passageiros discutem com o agente em vão para tentar uma solução (vídeo).

Embora o Metrô Rio se gabe de ter reduzido em 13 minutos o tempo da Pavuna até o Centro, os passageiros que trabalham no Estácio/Cidade Nova e moram nas estações da Linha 2 gastam pelo menos 20 minutos a mais para dar a volta até a Central e chegar em São Cristóvão.

Fui obrigado a descer no Maracanã hoje pela ventilação inadequada dentro do trem. A composição seguinte estava em situação pior, completamente sem ventilação, gerando a discussão e a interrupção do tráfego por cerca de cinco minutos. Um forte ar quente emanava de dentro dos vagões (vídeo).

Esperando pelas próximas composições, felizmente melhor refrigeradas, era impossível entrar. Fotografei as 3 seguintes composições, mostrando a muralha de pessoas. E estamos em uma época onde muita gente está de férias. Cerca de uma hora depois, conseguir forçar a entrada em um vagão. Muita gente que estava na plataforma antes de eu chegar, continuou esperando.

As composições já saem lotadas da Central, depois de virem da Zona Sul e do Centro. Ao passarem nas demais Estações da Linha 2, dificilmente alguém consegue entrar, a não ser quando alguém sai. A já anunciada Estação Cidade Nova não vai melhorar significativamente a vida dos passageiros, a não ser pela devolução do tempo tomado de quem trabalha nesta área. Aguardaremos muito tempo até que consigamos entrar em um vagão nos horários de rush, da mesma forma que todos os passageiros das demais estações da Linha 2.

Ironicamente e repetidamente, o Metrô Rio ainda fala sobre "caminhos para uma vida melhor". Todos com quem falo estão insatisfeitos com o Metrô.

PhotobucketPhotobucketPhotobucket

Marcadores: ,