Cave Canes

domingo, outubro 03, 2010

Claro e a "Navegação Redes Sociais"

A Claro me cobrou neste mês "Navegação Redes Sociais", a R$ 4,00/MB. Tenho pacote de dados, a R$ 0,50/MB excedente. Obviamente, liguei reclamando. Tenho o plano Sob Medida há mais de 4 meses, sempre acessei redes sociais e isto nunca foi cobrado.

O primeiro atendente, nervoso e gaguejando, tentou justificar que ocorre troca de mensagens entre o celular e a Claro quando estou em redes sociais (Orkut, Facebook, Twitter etc.). Discordei, argumentando que era apenas uma navegação de dados comum e não ocorria nenhuma troca de mensagens que não fossem dados, pois é usado o navegador, como é feito com todas as páginas web. Eu disse que ele estava tentando me enrolar e que eu estava ciente do que deveria pagar.

Ele tentou dizer que era como no caso do BlackBerry, e eu imediatamente o cortei dizendo que conheço como funciona o pacote BlackBerry, no qual se paga R$75,00 fixamente por dados ilimitados, e toda a conexão é desviada pelo proxy deles. Eu disse que este não é o caso, pois é uma navegação de internet comum, na qual não deveria haver proxy. Nessa hora, foi necessário partir pra uma analogia.

Perguntei se ele tinha Orkut. Respondeu-me que sim. Perguntei se acessava do seu computador, em casa. Confirmou. Perguntei se ele pagava alguma coisa a mais pra acessar o Orkut, além do pacote de internet que tiver, seja Velox, Virtua ou qualquer outro. Ficou confuso. Falei que, não importa o que ele acessar no computador, vai ser a mesma internet. Pediu 2 minutos. Demorou quase 10, pedindo sempre “mais 2 minutinhos”.

Voltou dizendo que esta cobrança é normal e faz parte do plano. Respondi que não toleraria pagar a mais por um serviço que já tenho, exigindo que isso fosse removido. Ele disse que falaria com o supervisor. Mais 5 minutos aqui.

Retornou da pausa dizendo que verificou com o supervisor e que... <<tuuuuu>> Caiu a ligação. Não sei o motivo, mas sempre que me ligam oferecendo serviços, a ligação é de qualidade, e quando ligo reclamando, ela cai sempre. [/ironia]

Liguei novamente, e desta vez uma mulher me atendeu. Expliquei tudo de novo, e disse que se não fosse resolvido, iria direto à Anatel, pois não é correto cobrar uma tarifa extra não contratada (nunca me ligaram informando que existia esta tarifa de redes sociais, e também se ligassem, contestaria) por um serviço que deveria estar incluído no plano que contratei. “Aguarde um instante, por favor”. Sure.

Neste momento, tive vontade de perguntar se teria uma tarifa adicional caso acessasse imagens e outra se baixasse aplicativos. Guardei o sarcasmo pra mim, pois a atendente disse, calmamente, que havia feito a correção e que já estaria disponível no site. Verifiquei, e o lançamento ainda estava lá. Ela pediu meu e-mail e me enviou um novo boleto, com o valor da “navegação redes sociais” removido. Perguntei se seria cobrado esta tarifa novamente, e ela me disse que não, só dados.

A atendente (a Claro, não) mereceu elogios pela prontidão e por não tentar me enrolar. E o fiz, com a “central de elogios” (não consegui entender o nome da área). É importante separar os maus atendentes dos bons atendentes. Me disseram: “A Claro deseja que o senhor seja sempre atendido por bons atendentes.” Péssima frase. Sei que, com a Claro, é impossível não se gastar uma hora a cada dois meses resolvendo problemas, mas gostaria de não precisar ser atendido. Quanto menos eu precisar falar com ela, melhor, é sinal de que estou tendo um serviço de qualidade. Mas esperar que a Claro (ou a maioria das empresas) entenda isso é utopia.

Se alguém tiver o mesmo problema e quiser usar como referência, meu protocolo de atendimento foi o 2010191923324.

Marcadores: ,